Países Da União Europeia Firmam Acordo para Promover Blockchain

Países Da União Europeia Firmam Acordo para Promover Blockchain

Representantes de 22 países-membros da União Europeia reuniram-se no dia 11 para formular uma estratégia conjunta de implementação da tecnologia blockchain em seus países.

Comissão Europeia de Mercado Digital Único, idealizadora da iniciativa, pretende unir os países em investimentos e regulações favoráveis ao sistema na iniciativa pública e privada.

Concomitante ao acordo, a Comissão também criou, em fevereiro, o Fórum e Observatório de Blockchain, já tendo investido € 80 milhões em projetos de desenvolvimento da tecnologia na Europa em áreas técnicas e sociais. Também foram destinados outros € 300 milhões para expansão no setor até 2020.

Para Mariya Gabriel, comissária de Economia Digital e Sociedade, a comunidade europeia tem muito a se beneficiar com a introdução do blockchain:

No futuro, todos os serviços públicos usarão a tecnologia blockchain. Ela é uma grande oportunidade para a Europa e os Estados-membros repensarem seus sistemas de informação, promoverem a confiabilidade do usuário e a proteção de dados pessoais, ajudando a criar novas oportunidades de negócios e estabelecendo novas áreas de liderança, beneficiando cidadãos, serviços públicos e empresas.

documento final da reunião, chamado Parceria Europeia de Blockchain, assume que o continente está bem posicionado para desenvolver projetos que o coloque na liderança da introdução do blockchain e tecnologias disruptivas.

A Parceria também defende uma cooperação na evolução legal e regulatória sobre o tema, “evitando abordagens fragmentadas” de cada país. Também prevê a nomeação de um representante para trabalhar junto à Comissão, fornecendo já ao fim de 2018 informações técnicas sobre a implementação da tecnologia em diversos setores.

A iniciativa da Parceria faz parte do objetivo da Comissão Europeia de Mercado Digital Único em padronizar as regulações relacionadas às tecnologias digitais, evitando empecilhos burocráticos locais e aplicando as mesmas regras a todos os países da região.

Os países signatários da declaração são: Áustria, Bélgica, República Checa, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Reino Unido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *